Meus Vilões Favoritos!

vilões
Hoje o assunto por aqui é um pouco polêmico, já que vim conversar com vocês sobre os meus vilões favoritos. Na maior parte das vezes os personagens que eu gosto mais não são os mocinhos ou os principais da história, e frequentemente me apego à um vilão ou outro, mas eu sei que muitos de vocês também são assim, não é mesmo? heheh
Na minha lista tem 5 vilões, e acredito eu, todos bem conhecidos. Eu poderia aumentar bem essa lista, mas daí o vídeo ficaria enormeee e tudo mais complicado ainda! Para deixar tudo mais variado, eu misturei personagens de séries e filmes.


PS: Esses dias estou bem enrolada e cheia de coisas pra fazer, por isso não consegui liberar os dois vídeos como sempre faço. Mas semana que vem tudo volta ao normal! (=

Ooooou, não vai embora sem me contar se você concorda comigo! Algum dos meus vilões favoritos é o seu também? E tem alguém que eu não citei no vídeo mas que você adora super?

Beijos :*

♥ Me acompanhe nas redes sociais ♥
Youtube | Facebook | Fanpage | Instagram | Twitter | Skoob  | Flickr

Compartilhe:
Comente:
0

Categorias: Vídeo | Tags:

Quem é você, Alasca? | Minha coleção de Livros

E aí pessoal!
Quem é você, Alasca? é um dos meus livros favoritos da vida todinha, então quando eles começaram a lançar várias capas diferentes, eu fui comprando/ganhando cada uma delas! Só faltam duas pra mim! hahahaha
Muita gente critica esse tipo de atitude (colecionar livros “iguais”), mas na boa gente, cada um com sua mania, muita gente respeita colecionadores de outras coisas, desde selos à armas, e colecionadores de livros são “julgados”… vamos melhorar! Mas apesar de ter quem não ache legal, tem muita gente que ama e que tem dúvidas sobre as diferenças dos livros, além de é claro, as capas.
Já adianto pra vocês que todos os livros tem o mesmo conteúdo, menos a edição comemorativa de 10 anos, quem tem algumas informações extras no final como uma apresentação do autor, respostas do John Green para os fãs, cortes do manuscrito original e detalhes sobre a edição do livro.

IMG_5986

Caso vocês queiram comprar, vocês podem encontrar em lojas físicas e online, como saraiva, submarino e fnac.
IMG_5987 Editora: WMF Martins Fontes
ISBN: 9788578278731
Ano: 2014
Páginas: 229

IMG_5989Editora: Martins Fontes
ISBN: 9788578273422
Ano: 2010
Páginas: 230

IMG_5990Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580575996
Ano: 2015
Páginas: 272

IMG_5991Editora: WMF Martins Fontes
ISBN: 9788578278724
Ano: 2014
Páginas: 229

IMG_5992Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580576832
Ano: 2015
Páginas: 336

IMG_5993Editora: WMF Martins Fontes
ISBN: 9788578278700
Ano: 2014
Páginas: 240

IMG_5984

Me acompanhe nas redes sociais ♥

Instagram pessoal Facebook | Loja | Instagram Hey, Ladybug! | Canal no Youtube

gabi grativol poá e glitter

Compartilhe:
Comente:
1

Categorias: Livros, Vídeo | Tags:

Todo Dia | Outro Dia – David Levithan

todo-dia-outro-dia-david-levithan
Olha só, dia de resenha dupla pra vocês! E perceba (Ivair, a petulância do cavalo) que não é qualquer resenha, sobre qualquer livro, de qualquer autor. Hoje vim falar com vocês sobre os livros Todo Dia e Outro dia, do David Levithan. O primeiro é considerados por muitos como o melhor livro dele, mas pra mim o lugar continua sendo de Dois Garotos se Beijando. Sem mais.
Vamos tentar seguir a lógica e falar sobre tudo em ordem, ok? Ok! (Ops, autor errado hihih)
todo-dia-outro-dia-david-levithan4
Todo dia é um livro envolvente, apaixonante e inusitado. O personagem principal se chama A, somente A. Ele não pode ser considerado menino ou menina, já que não possui de fato um corpo físico. Cada dia A acorda num corpo de uma pessoa diferente, e tem sido assim todo dia desde que nasceu. Esse processo é sempre bem aleatório já que A nunca sabe nada sobre o que vai acontecer, a não ser de que estará no corpo de alguém da sua idade, o que no momento é 16 anos, e também de que só irá passar um dia com aquela pessoa.
Viver assim não é fácil, como vocês podem imaginar, portanto A precisa seguir algumas regrinhas que ele mesmo desenvolveu, como não se apegar às famílias de cada dia, aos amigos, aos namorados e etc. Também é importante deixar a vida do seu “hospedeiro” da mesma forma que a encontrou e fazer o possível para que os dias passem como qualquer dia normal para aquela pessoa. Tais cuidados são muito marcantes no livro e nos mostram muito sobre o caráter e sensibilidade de A, ele tem plena consciência de que seus atos podem transformar muitas coisas e assim, no dia seguinte, o corpo que o recebeu poderia acordar com a vida de pernas pro ar.
todo-dia-outro-dia-david-levithan5
E assim tem sido, dia após dia, todo dia sem exceções. Só essa história já seria muito interessante, mas para agitar um pouco as coisas, A acorda no corpo de Justin, namorado de Rhiannom e é por ela que todas as suas ideias e regras começam a se abalar. A não quer tirá-la de sua mente e esquecer que a conheceu, como faz com as demais pessoas que passam pela sua vida. Rhiannom é especial e desperta em A o desejo de ir além, uma vontade de fazer com que tudo seja diferente, e mais do que isso, a esperança de que tudo pode ser diferente.
todo-dia-outro-dia-david-levithan1
Esse é um daqueles livros que podemos ler em algumas horas, as 280 páginas estão cheias de aventuras e novas descobertas e é realmente muito interessante imaginar o que virá a seguir. Imaginar qual será o próximo corpo, a próxima personalidade, o próximo gênero, o próximo nome… Só isso já seria estimulante e criativo, mas quando Rhiannom aparece, tudo fica mais envolvente e apaixonante. Sei que o assunto pode parecer bem maluco e não é o estilo favorito de muita gente, mas eu não consigo imaginar alguém que não goste desse livro!
todo-dia-outro-dia-david-levithan6
Agora mudando para o próximo título, temos o Outro Dia, que não é exatamente uma continuação, mas trata sobre a mesma história, mas agora pelo ponto de vista da Rhiannom. A narração fica por conta dela e podemos ver como algumas questões que passarem desapercebidas foram captadas através de seus olhos.
todo-dia-outro-dia-david-levithan2
Não vou mentir, como eu li um seguido do outro acabei com aquela sensação de que tudo é um pouco repetitivo, afinal eu já tinha visto aquelas cenas, aqueles diálogos e tudo mais. Mas por outro lado também foi super interessante explorar outros sentimentos, tomar partido de outro personagem, entrar na vida da Rhiannom e entender de verdade como sua mente e seu coração estavam à respeito da situação com A, poder participar da sua relação com seus amigos, família e com seu namorado Justin.
todo-dia-outro-dia-david-levithan3
Mesmo já sabendo o desfecho de Todo Dia, a gente acaba pensando que alguma coisa poderá mudar, ou que um pensamento inesperado pode surgir à qualquer momento e transformar toda a história. Em Outro Dia parece que conseguimos enxergar com mais clareza, já que a narradora explora os fatos com muitos sentimentos e consciência. Quem gosta de selecionar trechos e frases vai gostar, já que há várias passagens impactantes e que nos fazem pensar de verdade.
Quem gostou do primeiro, provavelmente vai gostar de Outro Dia também. Assim espero. rs
todo-dia-outro-dia-david-levithan7

 Informações adicionais
Título:
Todo Dia
Editora: Galera Record
Páginas: 280
Autor: David Levithan
Ano:
2013
ISBN:
 978-85-01-09951-8

 Informações adicionais
Título:
Outro Dia
Editora: Galera Record
Páginas: 322
Autor: David Levithan
Ano:
2016
ISBN:
 978-85-01-10683-4

Beijos :*

♥ Me acompanhe nas redes sociais ♥
Youtube | Facebook | Fanpage | Instagram | Twitter | Skoob  | Flickr

Compartilhe:
Comente:
0

Categorias: Livros | Tags:

Resenha: Como Ser Solteira

como-ser-solteira-livro
Como Ser Solteira
foi um daqueles livros que li mais como um desafio, para sair da zona de conforto e ler algo um pouco diferente daquilo de sempre. Para começar, ele é direcionado à um público mais velho, os personagens são mais velhos também e o conteúdo aborda assuntos mais… do dia a dia, sabe?! Ah, mas então porque você quis ler esse livro? Bom, em parte pelo que já disse acima e também porque queria ver o filme, que já saiu do cinema, mas ainda vale! hahah
Ok, vamos à história. Julie tem seus 30 e tantos anos, um emprego estável e está solteira. Depois de receber a ligação de sua amiga Georgia, uma recém divorciada que queria sair com ela e suas outras amigas solteiras para aproveitar e curtir essa nova fase de sua vida, Julie se vê organizando o que deseja ser uma noite bem satisfatória e de muita diversão para as amigas. No caso, todas elas são super diferente uma das outras, todas são amigas de Julie, mas ela acha que será interessante e necessário reunir todas para essa noite.
Fora as duas já citadas, temos também Alice, que era defensora pública mas largou seu emprego para se dedicar totalmente à encontrar um namorado, por conta disso, sabe muito sobre a arte de ser solteira, conhece muitos lugares para conhecer sua possível alma gêmea, tem muitas estratégias, e está disposta a ajudar a amiga nessa noite. Depois temos a sensível/sentimental/deprimida Ruby, que se entregava demais à tudo e portanto, também sofria em excesso. Quando à conhecemos, sua depressão é pela perda de seu gato. Sem duplo sentido, um bichano mesmo. rs E agora só nos resta Serena, talvez a menos ~serena~ de todas. Ela vive uma vida mais zen, cuida da alimentação, não gosta muito de frequentar lugares muito agitados, barulhentos e etc. Ah, também está há 4 anos sem sexo.
como-ser-solteira-livro2
Depois dessa noite que não saiu exatamente como deveria, Julie começa a pensar no como suas vidas estão e como tudo foi acabar assim. O que estariam fazendo de errado? Algo estava errado? A vontade por respostas faz com que ela decida escrever um livro, uma espécie de manual sobre como ser solteira. Seu conteúdo, é claro, precisa de muito trabalho de campo, então ela viaja por muitos países e cidades para conversa com mulheres solteiras, entender sobre suas ideias, contrapor opiniões e também conhecer sobre as diferenças culturais.
como-ser-solteira-livro3
Essas viagens são bem interessantes e faz com que o livro não caia na mesmice, sempre com os mesmo ambientes, as mesmas pessoas, mas de certa forma, me incomodou um pouco porque essas entrevistas acabavam mostrando uma generalização enorme. Muitas vezes depois de conversar com 3 mulheres ela já ia para outra cidade, como se já tivesse conseguido tudo o que precisava dali. Sobre os outros países não posso dizer muito por falta de conhecimento, mas o Brasil que ela visitou, para ser mais específica o Rio de Janeiro, foi retratado como um lugar de sexo/ptostituição, samba, e muita falta de respeito. Cheguei ao cúmulo de ler as personagens dizendo que os homens do Rio não prestam, e os que se casam vão acabar traindo suas esposas, de qualquer forma. Não estou dizendo que a personagem principal defendia isso ou que essas palavras eram dela, mas mesmo assim, foi desagradável e desnecessário.
como-ser-solteira-livro4
O livro é dividido em 11 capítulos, cada um sendo uma regra de como ser solteira. A ideia é bem legal, mas na prática resultou em capítulos suuuuper longos. A narrativa é legal e eu achei interessante mostrar a vida das amigas de Julie mesmo quando elas estavam separadas, deixava mais dinâmico e dava um gás para depois voltarmos à história anterior. Sem contar que cada amiga, do seu jeito, era bem divertida e tinha suas história e aventuras para contar, algumas vezes bem normais, mas outras, bem inusitadas e engraçadas.
Por trás de tudo isso, eu gostei de umas mensagens que foram passadas, como por exemplo que não há nenhum problema em estar solteira. As pessoas não precisam de relacionamentos para provar seu valor e se sentirem confiantes. Também quebra tabus de que tudo bem se o cara não ligar. Se nada der certo, a culpa não é sua, e hey!, tudo bem se envolver com alguém sem esperar nenhum compromisso! Ame você mesma, o resto vem!
como-ser-solteira-livro1

Eu não demorei muito para ler esse livro, mas acredito que o contrário possa acontecer com algumas pessoas, já que como eu disse, os capítulos são longos e o assunto de forma geral não é aquele que te deixa super ansiosa e curiosa pelo que vem a seguir. O livro e o conteúdo são legais, mas as vezes as impressão é de que tudo é bem… vazio? Fútil? Não sei, mas esse é um daqueles livros para ler e passar o tempo, sem ter que se preocupar demais, sem precisar pensar demais.

 Informações adicionais
Título Original: How to be single
Editora: Record
Páginas: 434
Autor: Liz Tuccillo
Ano:
2016
ISBN:
978-85-01-08793-5

Beijos :*

♥ Me acompanhe nas redes sociais ♥
Youtube | Facebook | Fanpage | Instagram | Twitter | Skoob  | Flickr

Compartilhe:
Comente:
0

Categorias: Livros | Tags:

DIY: 3 presentes fáceis – especial dia das mães!

E aí seus lindos! Voltei! :D
O dia das mães é nesse final de semana e eu quis fazer algo especial pra essas pessoas maravilhosas que sempre cuidam da gente! :D
No vídeo eu ensino a fazer 3 presentes fáceis, fofos e o melhor: baratos!
page
IMG_5941Kit de sobrevivência 
Materiais:
Pote de vidro
Tinta spray
Doces variados
Corda de sisal
Etiqueta CLIQUE AQUI PARA BAIXAR A ETIQUETA
IMG_5956Cactos de Pedra
Materiais:
Vaso pequeno
Pedras
Tinta acrílica de vários tons de verde, preto e branco
Musgo

IMG_5943Quadro de flores
Materiais:
♥ Flores artificiais
Musgo
Cola quente, tesoura, estilete e compasso
Tinta acrílica na cor que quiser (opcional)
Papel paraná e folha de oficio

Espero que tenham um ótimo dia das mães por aí! :D

Me acompanhe nas redes sociais ♥

Instagram pessoal Facebook | Loja | Instagram Hey, Ladybug! | Canal no Youtube

gabi grativol poá e glitter

 

 

 

Compartilhe:
Comente:
0

Categorias: Decoração, DIY | Tags:
Página 1 de 22212345...102030...Última »